agromensal – cepea/ESALQ

Informações de Mercado

 

Mês de referência: SETEMBRO/2013

 

CEPEA - ARROZ

 

 

I - Análise Conjuntural

 

II - Diferenciais de Preços

 

IIIGráfico Indicador do Arroz em Casca RS

 

 

CEPEA – ARROZ

 

I - Análise Conjuntural

 

ANÁLISE CEPEA – Em setembro, o valor da saca de arroz em casca recuou ligeiramente no Rio Grande do Sul, pressionado pelo lançamento de novo leilão de venda do governo federal. No acumulado do mês, o Indicador do Arroz em Casca ESALQ/Bolsa Brasileira de Mercadorias-BM&FBovespa (Rio Grande do Sul, 58% de grãos inteiros) recuou 2,4%, fechando a R$ 33,94/saca de 50 kg no dia 30. Já em dólar, o Indicador do Arroz teve alta de 5%, para US$ 15,31/saca de 50 kg, sustentado pela menor taxa de câmbio – o dólar se desvalorizou 7% em setembro, a R$ 2,216 no dia 30.

 

A liquidez, no geral, foi baixa, uma vez que houve resistência de orizicultores por novos negócios. Parte dos produtores acredita que o volume de arroz disponível até a colheita da safra 2013/14 seja baixo, o que possibilitaria que as cotações se recuperassem. Assim, as vendas estiveram retraídas em grande parte do mês, por não haver necessidade de “fazer caixa”. Produtores passaram a focar o preparo do solo para o cultivo da nova safra. Segundo colaboradores do Cepea, as atividades de semeio até poderiam ter sido iniciadas em alguns municípios do Rio Grande do Sul, nos casos de plantio direto ou pré-germinado, se não fossem a chuva e o frio que atingiram o estado no final de setembro.

 

Do lado comprador, indústrias e corretores consultados pelo Cepea comentaram que a queda no preço médio do leilão de venda de arroz em casca do dia 10 de setembro dificultou ainda mais as negociações com o setor atacadista e varejista dos grandes centros consumidores. Assim, indústrias ofertaram preços menores na compra do arroz em casca.

 

Arroz de 50% a 60% de grãos inteiros no RS

Em setembro, o preço médio do arroz de 60% de grãos inteiros no Rio Grande do Sul foi de R$ 34,66/sc de 50 kg, queda de 0,95% frente à média de agosto. Entre as regiões, a média de setembro teve a maior queda na Zona Sul, de 2,06%, comparada à de agosto, e valor de R$ 35,75/sc (em setembro). Na Fronteira Oeste, o preço médio mensal caiu 0,9% (a R$ 33,71/sc). Na Planície Costeira Interna, o preço teve recuo de 0,7% (a R$ 36,21/sc), na Campanha, de 0,6% (R$ 33,35/sc), e, na Planície Costeira Externa, de 0,4% (R$ 36,07/sc). Na Depressão Central, o preço médio permaneceu praticamente estável, a R$ 33,48/sc em setembro.

 

O valor do arroz para parboilizar também teve queda na Planície Costeira Interna e na Zona Sul – nas demais regiões, o número de informações coletado foi insuficiente para elaboração da média. De agosto para setembro, o preço do arroz de 53/55% grãos inteiros na Planície Costeira Interna caiu 0,85% (R$ 35,53/sc) e o do arroz de 50/52% grãos inteiros, 0,26% (R$ 35,39/sc). Na Zona Sul, o valor médio do arroz de 53/55% grãos inteiros teve expressiva queda, de 3,1% (R$ 34,71/sc).

 

Mercado do arroz em Mato Grosso

Em Mato Grosso, a comercialização de arroz em casca também se manteve fraca no correr de setembro. Produtores venderam apenas pequenos lotes de casca, por não necessitar “fazer caixa” no momento. As indústrias, por sua vez, elevaram os preços para tentar atrair vendedores, mas não houve muito sucesso. De acordo com agentes consultados pelo Cepea, as vendas de arroz beneficiado estiveram voltadas praticamente para o consumo local, sem vendas para outros estados. Na primeira quinzena de setembro, o arroz de 55% a 57% grãos inteiros foi negociado entre R$ 42,00 e R$ 44,00/sc de 60 kg, posto indústria da região de Sinop/Sorriso.

 

Análise sobre o mercado de arroz elaborado pelo Cepea.

Equipe: Prof. Dr. Lucílio R. Alves, Maria Aparecida N. S. Braghetta e Ariane Sbravatti.

cepea@usp.br

 

 

 

II – Diferenciais de Preços (Indicador e Praças)

 

 

 

Arroz

Indicador Arroz em Casca ESALQ/Bolsa Brasileira de Mercadorias - BM&FBovespa

média mensal R$ 34,22/sc e US$ 15,09/sc de 50 kg

Região

Preço médio mensal

Diferenciais (em valor)

R$

US$

R$

US$

Campanha

33,03

14,56

-1,19

-0,52

Depressão Central

33,16

14,62

-1,06

-0,46

Fronteira Oeste

33,09

14,59

-1,13

-0,50

Litoral Sul

35,58

15,68

 1,36

 0,60

Planície Costeira Interna

35,99

15,87

 1,77

 0,78

Fonte: Cepea/Esalq

Nota: Diferencial = Região - Indicador (saca de 50 kg)

 


 

III – Gráfico