envie sua foto para o Cepea

PIB do Agronegócio de São Paulo

O PIB do Agronegócio do Estado de São Paulo é calculado pelo Cepea com apoio financeiro da Federação das Indústrias do estado de São Paulo (Fiesp).
 

                                                                                           

 


O PIB do Agronegócio de São Paulo representa cerca de 20% do PIB do Brasil. Em relação à economia paulista, a participação do agronegócio é de aproximadamente 15%, gerando também perto de 15% dos empregos formais do estado. A maior parte desses empregos está na agroindústria (35%) e em serviços (47%), ficando o segmento primário com 16%. Esses números não incluem o trabalho da mão de obra familiar, importante nas propriedades rurais menores.

 

2015  Relatório Completo

 

2014 Relatório Completo

 

2015: PIB Agro de SP recua 1,7% no ano

 

O PIB do agronegócio do estado de São Paulo acumulou queda de 1,7% em 2015, segundo indicam pesquisas do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, com o apoio da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). Apesar do recuo, a taxa foi mais amena que registrada em 2014, quando o setor retraiu 3,6%. O que levou a esta relativa melhora foi a reversão da queda abservada anteriormente para o segmento primário e a retração menos expressiva da agroindústria e dos serviços.

 

Pesaram sobre o desempenho do setor os resultados negativos para as atividades industriais (indústria de insumo e de processamento) e de serviços, que se sobrepuseram ao crescimento do segmento primário ("dentro da porteira"). As variações dos segmentos, no comparativo de janeiro a dezembro de 2015 com 2014, foram de -6,9% para insumos, +0,7% para o primário, -1,7% para a indústia de processamento e, refletindo os resultados dos segmentos a montante, -1,6% para os serviços agropecuários.

 

Para o setor agrícola, o destaque ficou com os insumos, que tiveram queda de 9,9%. No mesmo ramo, a indústria e os serviços recuaram 1,6% e 1,4%, respectivamente, enquanto as atividades primárias (rendimento das lavouras) cresceram 1,1%. No setor pecuário, todos os segmentos apresentaram baixa. A taxas negativas mais expressivas foram para a indústria de processamento e para os serviços. Ao ser avaliada a evolução do volume produzido, apenas o segmento primário da agricultura não teve recuo em 2015.

 

O PIB do agronegócio paulista foi, então. estimado em R$ 230 bilhões no ano de 2015, com 81,4% (R$ 187 bilhões) provenientes da agricultura e 18,6% (R$ 42,8 bilhões), do ramo pecuário. Com essas cifras, o PIB do agronegócio de São Paulo representou 18,5% do PIB do agronegócio brasileiro e cerca de 12% do PIB total do estado.

Contato

pibcepea@usp.br

Equipe

Equipe

Coordenador
Geraldo Sant'Ana de Camargo Barros, Ph.D 
Professor sênior Esalq/USP; coordenador científico do Cepea

 


Pesquisadores Cepea
Adriana Ferreira Silva, Dra.
Arlei Luiz Fachinello, Dr.
Nicole Rennó de Castro, MSc
Leandro Gilio, MSc
 


Equipe de apoio
Gustavo Ferrarezi Giachini,  Bel.

Séries de Preços