CENTRO DE ESTUDOS AVANÇADOS EM ECONOMIA APLICADA - ESALQ/USP
 INSTITUCIONAL         ÁREAS DE PESQUISAS         IMPRENSA         CONTATO 
"A pesquisa que se aplica ao seu dia a dia"
 English     Español     Français     Deutsch 
 
    Açúcar        Algodão        Arroz        Bezerro        Boi        Café        Citros        Etanol        Frango        Ovos        Hortifrutícolas        Leite        Mandioca        Milho        Soja        Suíno        Trigo   
 INDICADORES DE PREÇOS 
 ÍNDICES EXPORTAÇÃO AGRO 
 PIB AGRONEGÓCIO - BR 
 PIB CADEIAS AGROPEC.
 PIB AGRO MINAS GERAIS 
 PIB AGRO SÃO PAULO 
 ECONOMIA FLORESTAL 
 MERCADO INTERNACIONAL 
 ECONOMIA SOCIAL 
 ADECA - VIAB. ECONÔMICA 
twitter/CepeaEsalq
facebook/CepeaEsalq
  21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro 
HomePIB do Agronegócio pibcepea@usp.br
 
PIB Agro CEPEA-USP/CNA

Calculado pelo Cepea, com o apoio financeiro da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA)

  • PERSPECTIVAS CEPEA PARA 2015 - Relatório Expandido
    Release

    PIB do Agronegócio - Dados de 1994 a 2013
  • Taxas mensais de crescimento, Valores do PIB Agro (por segmento) e sua participação no PIB do Brasil (agregado e por segmento, entre 1994 e 2013).

    Análise de 2012

    Análise de 2013

    Análise de agosto/14

    O agronegócio brasileiro perdeu fôlego em agosto, permanecendo praticamente estável no mês (+0,03%). No acumulado de 2014, a elevação é de 1,95%, conforme dados disponíveis até agosto. Dessa forma, a renda do agronegócio estimada para o ano de 2014 foi atualizada em R$ 1,17trilhão (a preços de agosto/14). Desse valor, estima-se que R$ 805 bilhões, ou 69%, resultem do ramo da agricultura e R$ 370 bilhões, ou 31%, do pecuário. A cadeia da pecuária teve alta mensal de 0,66%, enquanto a cadeia agrícola recuou 0,25%. Neste último pesou as reestimativas para baixo na produção agrícola para 2014, paralelo à desaceleração nas cotações de importantes produtos como trigo, milho, batata e algodão. No ramo pecuário preços e volumes em maiores patamares, tanto para animais para abate (suínos, frango e bovinos), quanto para a atividade leiteira, explicam o desempenho positivo no ano. Na agroindústria, o cenário é de queda, pressionado pelo desempenho negativo nas atividades de processamento de base agrícola. Até agosto, este segmento acumulou baixa de 0,81%. Tal cenário reflete a queda no faturamento em sete das dez indústrias acompanhadas, todas com recuo próximo ou acima de 2% no ano. Em contrapartida, as atividades de processamento de base animal acumulam alta expressiva (4,86% até agosto). Com preços e volumes em crescimento, a indústria de abate se destaca. A estiagem que marca este ano reduziu a oferta de bovinos para o abate, levando a consecutivas valorizações da arroba e das carnes. Esta alta influenciou diretamente as cotações das carnes concorrentes (suína e de frango), que também registram maior patamar de valores em 2014. A indústria de lácteos também se expandiu no ano, mas, neste caso, via bons volumes produzidos. No ambiente macroeconômico, o cenário é de incertezas. Em agosto, a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acelerou 0,25%. Esse aumento resultou das altas verificadas nos grupos de habitação e transportes. Por outro lado, o grupo de alimentos recuou na maioria das regiões pesquisadas. As principais quedas foram para batata inglesa, tomate, feijão e farinho de trigo. No acumulado de doze meses, até agosto/14, houve alta no IPCA de 6,51%, batendo no teto da meta definida pelo Banco Central (6,50%). Na parcial de janeiro a agosto deste ano, a elevação foi de 4,02%. Segundo dados do Ministério do Trabalho, de janeiro a agosto, foram criados 751 mil empregos formais, com queda de 31,6% frente ao mesmo período do ano passado, que registrou 1,09 milhão de vagas. Este é o pior resultado para os oito primeiros meses do ano desde 2002, quando começou a série histórica ajustada disponibilizada pelo Ministério. Em relação ao Real, mantido apreciado pelo governo no curto prazo, há um consenso entre analistas de que passará por desvalorização no médio prazo, elevando a relação cambial com a moeda norte-americana. Se, por um lado, o câmbio depreciado estimula a atividade econômica, por outro, pode impactar no aumento dos preços, e, portanto, sobre a inflação. Em face da atividade econômica mais fraca no primeiro semestre, e das incertezas para os próximos meses, a confiança do produtor rural tem caído. O Índice de Confiança do Agronegócio, elaborado pela Fiesp e OCB, apresentou queda de 10,9 pontos percentuais no segundo trimestre de 2014, em relação ao trimestre anterior. Neste intervalo o índice passou de 102,7 para 91,8 pontos.
    (Cepea)

    Nota: As taxas mensais podem ser alteradas devido aos ajustes de volume feitos pelo IBGE (uma das fontes de dados para o cálculo deste PIB) em meses subsequentes. Em alguns casos, o ajuste ocorre no mês seguinte, mas, noutros, até três meses depois.
  •  ‹‹ voltar 

     PIB Agro CEPEA-USP/CNA  
     Nota metodológica 
     Definições 
     Equipe 
      
     ESTRUTURA MACRO 
      
     PIB Agro: Diferenças entre Cepea e IBGE 
     Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada - CEPEA 
     Departamento de Economia, Administração e Sociologia - DEAS 
     Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" - ESALQ 
     Universidade de São Paulo - USP 
     RSS - Cepea 
     twitter/CepeaEsalq 
     facebook/CepeaEsalq 
     Política de Direitos Autorais 
     (19) 3429 8800
     Como Chegar ao Cepea 
     Imprensa 
     Contato 
     Programa de Estágio 
    ©2014 - Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada - ESALQ/USP