CENTRO DE ESTUDOS AVANÇADOS EM ECONOMIA APLICADA - ESALQ/USP
 INSTITUCIONAL         ÁREAS DE PESQUISAS         IMPRENSA         CONTATO 
"A pesquisa que se aplica ao seu dia a dia"
 English     Español     Français     Deutsch 
 
    Açúcar        Algodão        Arroz        Bezerro        Boi        Café        Citros        Etanol        Frango        Ovos        Hortifrutícolas        Leite        Mandioca        Milho        Soja        Suíno        Trigo   
 INDICADORES DE PREÇOS 
 ÍNDICES EXPORTAÇÃO AGRO 
 PIB AGRONEGÓCIO - BR 
 PIB CADEIAS AGROPEC.
 PIB AGRO MINAS GERAIS 
 PIB AGRO SÃO PAULO 
 ECONOMIA FLORESTAL 
 MERCADO INTERNACIONAL 
 ECONOMIA SOCIAL 
 ADECA - VIAB. ECONÔMICA 
twitter/CepeaEsalq
facebook/CepeaEsalq
Vídeo Institucional
  21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro    21 mar 2012    PIB-AGRO/RJ: Cepea prepara cálculos do PIB do Agronegócio do Rio de Janeiro 
HomePIB do Agronegócio pibcepea@usp.br
 
PIB Agro CEPEA-USP/CNA

Calculado pelo Cepea, com o apoio financeiro da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA)

  • Perspecitvas para 2015 - Relatório Expandido
    Release

    PIB do Agronegócio - Dados de 1994 a 2013
  • Taxas mensais de crescimento, Valores do PIB Agro (por segmento) e sua participação no PIB do Brasil (agregado e por segmento, entre 1994 e 2013).

    Análise de 2014

    Release português

    Release inglês

    O PIB gerado pelo agronegócio brasileiro encerra 2014 com expansão de 1,59%. Esse resultado, embora modesto se comparado ao crescimento registrado em 2013 (5,22%), é expressivo diante da prévia do PIB nacional apontada pelo Banco Central, de retração de 0,15%. O contraste no desempenho dos ramos agrícola e pecuário é o destaque do agronegócio. Enquanto a agricultura fechou 2014 em ligeira baixa de 0,75%, o crescimento da pecuária chegou a 6,91%. No ramo agrícola, o único segmento que acumulou modesto crescimento foi o primário (0,15%). Já no pecuário, houve alta em todos os segmentos, com destaque justamente para o segmento primário, que acumulou expansão de 8,33%. Ainda que pouco expressivo, o crescimento nas atividades primárias agrícolas foi impulsionado pelo maior volume de produção (3%), uma vez que, em preços, o cenário foi de baixa: -2,23% na comparação com o preço médio de 2013. Pesou neste resultado, o menor patamar das cotações de importantes culturas, como soja, milho, trigo, cana e algodão. Em contrapartida, na pecuária, as cotações em alta foram responsáveis pela expansão do segmento. Os preços dos suínos e dos bovinos mantiveram ritmo acelerado, ao passo que o frango vivo e o leite cru seguiram em desvalorização. No caso dos avicultores, vale destacar que, apesar do recuo em relação a 2013, o poder de compra no ano foi um dos mais favoráveis da série histórica do Cepea, iniciada em 2004. Na atividade leiteira, o expressivo aumento da oferta de leite – ligado às condições climáticas favoráveis nas regiões Sul e Nordeste e aos investimentos realizados por produtores ao longo do ano – resultou no enfraquecimento das cotações especialmente nas regiões sulistas. Com variações mensais negativas e/ou pouco expressivas, a agroindústria nacional acumulou baixa de 0,32% em 2014. Este resultado ruim refletiu o desempenho das atividades de processamento vegetal, já que para a indústria da pecuária o cenário foi bastante favorável. No caso da agroindústria agrícola, das dez atividades acompanhadas, apenas três acumularam alta no ano – celulose, papel e gráfica, etanol e café. Para as demais, recuos de preços e/ou produção pesaram sobre o faturamento no período, sendo que as indústrias de óleos vegetais e açucareira apresentaram os piores resultados. Na indústria de base pecuária, a significativa valorização das carnes bovinas e suína favoreceu o desempenho do segmento. No contexto macroeconômico, 2014 foi marcado por inflação em alta e baixo crescimento econômico. As expectativas de movimentação monetária em relação à Copa do Mundo não se confirmaram. No segundo semestre, o quadro de incertezas se espalhou, e as previsões de crescimento do PIB foram sendo constantemente rebaixadas. A perda de confiança foi marcante em todos os setores. Com a proximidade das eleições, as perspectivas se tornaram ainda mais cautelosas. O pós-eleição e as medidas sinalizadas pelo governo já indicavam as dificuldades a serem enfrentadas em 2015. Para muitos especialistas, os desafios que o País enfrentará em 2015 são maiores do que se imaginava até pouco tempo atrás. Neste cenário, o agronegócio pode ser o grande condicionante do desempenho da economia brasileira. Representando 23% do PIB nacional, ele pode ser o único setor com crescimento mais expressivo diante da indústria claudicante e dos serviços em processo de exaustão. (Cepea)

    Nota: As taxas mensais podem ser alteradas devido aos ajustes de volume feitos pelo IBGE (uma das fontes de dados para o cálculo deste PIB) em meses subsequentes. Em alguns casos, o ajuste ocorre no mês seguinte, mas, noutros, até três meses depois.
  •  ‹‹ voltar 

     PIB Agro CEPEA-USP/CNA  
     Nota metodológica 
     Definições 
     Equipe 
      
     ESTRUTURA MACRO 
      
     PIB Agro: Diferenças entre Cepea e IBGE 
     Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada - CEPEA 
     Departamento de Economia, Administração e Sociologia - DEAS 
     Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" - ESALQ 
     Universidade de São Paulo - USP 
     RSS - Cepea 
     twitter/CepeaEsalq 
     facebook/CepeaEsalq 
     youtube/CepeaEsalq 
     Política de Direitos Autorais 
     (19) 3429 8800
     Como Chegar ao Cepea 
     Imprensa 
     Contato 
     Programa de Estágio 
    ©2015 - Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada - ESALQ/USP