AÇÚCAR: Pouca oferta ameniza movimento de queda

As chuvas que ocorreram no Centro-Sul e a valorização do dólar reduziram a oferta interna do açúcar de boa qualidade, o que acabou sustentando os preços da commodity no final da última semana. Várias usinas negociaram seus estoques no período de entressafra, visando liberar espaço nos armazéns para o produto da nova safra. Porém, as chuvas das últimas semanas prejudicaram a colheita da cana e, conseqüentemente, a produção de açúcar. Boa parte das usinas já começou a colher, mas o processo tem que ser interrompido toda vez que chove. Nos dias 20 e 21, o Indicador CEPEA/ESALQ reverteu o movimento de queda iniciado em abril; nessa quarta, fechou a R$ 22,49/sc, valor 6,6% acima do Indicador da quarta anterior. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado