ÁLCOOL: Baixa oferta eleva preços

Na última semana, o mercado de álcool no Estado de São Paulo registrou poucos negócios. As compras foram fechadas basicamente para atender a necessidade de vendas imediatas, já que alguns compradores ainda possuíam o produto adquirido em contratos anteriores. A ocorrência de chuvas nas principais regiões produtoras do Estado prejudicou tanto a qualidade como a produtividade da cana. São, portanto, as expectativas de menor volume a ser ofertado em relação às estimativas iniciais que têm dado suporte aos preços do álcool. O Indicador CEPEA/ESALQ de álcool anidro carburante para o Estado de São Paulo fechou a R$ 0,74523/litro (sem impostos), alta de 12,2% sobre a semana anterior. O hidratado carburante também registrou acréscimo na semana, de 13,87%, fechando a R$ 0,64892/litro no mesmo período. Em relação à paridade de preços entre os produtos do setor sucroalcooleiro para o Estado de São Paulo, cálculos do Cepea indicaram que o açúcar remunerou 14% mais que o anidro e 23% mais que o hidratado. Entre os dois tipos de alcoóis, o anidro remunerou 8% mais que o hidratado. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado