ÁLCOOL: Chuva motiva alta de preços

Na última semana, o volume de negócios foi significativo e efetivados a valores bem superiores aos da semana anterior. A interrupção da colheita e da moagem em decorrência das chuvas ocorridas no período é apontada como um dos principais fatores que alavancaram o preço dos alcoóis. Para o anidro, o Indicador CEPEA/ESALQ fechou em R$ 0,58482/litro (sem impostos), aumento de 19,25% sobre a média da semana anterior. Para o hidratado, o valor foi de R$ 0,50350/litro (sem impostos), alta de 15,51%. Em relação à paridade de preços entre os produtos do setor sucroalcooleiro para o Estado de São Paulo, cálculos do Cepea indicaram que o açúcar remunerou 11% mais que o anidro, e 20% mais que o hidratado. Entre os dois alcoóis, o anidro remunerou 9% mais que o hidratado. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado