ÁLCOOL: Combustível estabiliza e vantagem para açúcar aumenta

Na última semana, o mercado paulista de álcool esteve bastante lento, em decorrência do feriado da Semana Santa. Foram poucas as distribuidoras que estiveram ativas e negociaram basicamente pequenos volumes. As usinas, por sua vez, mantiveram suas tentativas de novas altas de preços para o álcool no início da semana. Mesmo com oferta reduzida, os valores negociados ficaram em níveis praticamente estáveis ou menores que os registrados na semana anterior. O Indicador semanal CEPEA/ESALQ do álcool anidro carburante para o estado de São Paulo teve baixa de 0,93%, fechando a R$ 0,88710/litro (sem impostos). Já o hidratado encerrou o período a R$ 0,77407/litro (sem impostos), queda de 0,49%. Em relação à paridade de preços entre os produtos do setor sucroalcooleiro, verifica-se que a alta do açúcar fez com que sua remuneração disparasse diante da dos alcoóis. Cálculos do Cepea indicam que o preço médio do açúcar remunerou 22% mais que o álcool anidro e 31% mais que o hidratado na última semana. Comparando-se os dois tipos de álcool, o anidro remunerou 8% mais que o hidratado no mesmo período. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado