ALGODÃO: Alta atinge 25% em janeiro

Sustentados pela demanda mais aquecida em um período de baixa oferta (entressafra), os preços do algodão vêm reagindo com força desde o final do ano passado. No acumulado deste mês, o Indicador CEPEA/ESALQ já subiu 25%, a R$ 1,449/lp nessa terça-feira, dia 24. É importante ressaltar, contudo, que a alta do produto reflete apenas uma inversão do movimento baixista iniciado em abril de 2004, quando o grande aumento da produção mundial pressionou as cotações. Ocorre, portanto, uma reação depois de quase dois anos de quedas praticamente contínuas de preços, aliviando um cenário que vinha sendo bastante preocupante para o setor com um todo. As cotações atuais equivalem aos valores do início de outubro de 2004, em termos nominais (sem considerar a inflação do período). Nos últimos dias, as variações positivas do Indicador foram perdendo força, mas o mercado permanece comprador. As cotações, por sua vez, estão mais homogêneas, sinalizando talvez que tenham atingido o "teto" para este período, ou seja, o máximo de valorização sustentável no mercado interno, com níveis de preços já próximos ao valor de importação (CIF). (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado