ALGODÃO: Demanda não sustenta cotações

Mesmo diante do aumento da demanda interna por tipos finos da fibra, os preços internos do algodão em pluma permaneceram em queda na última semana. Esse comportamento de baixa também foi influenciado pela pressão compradora por preços menores. Vale ressaltar, no entanto, que as ofertas atualmente não são muito intensas. Dessa forma, alguns agentes, tanto compradores quanto vendedores, permaneceram retraídos no período. Nessa terça (15), o Indicador CEPEA/ESALQ, para 8 dias de pagamento, fechou em R$ 1,7343/lp, queda de 2,48% no mês. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado