ALGODÃO: Fim de prazos de PEP eleva cotações

Cotonicultores já se mostram mais resistentes a negociar aos atuais valores de mercado. Com o fim do prazo para comprovação de venda do algodão vinculado ao PEP (sexta-feira, 9), muitos retiraram suas ofertas do mercado. Ao mesmo tempo, compradores estão mais ativos, inclusive demandando tipos finos. Esse contexto já foi suficiente para elevar as cotações. Entre 6 e 13 de setembro, o Indicador CEPEA/ESALQ - 8 dias de pagamento - acumulou alta de 2,36% fechando a terça-feira, 13, a R$ 1,0734/lp. Até então, a pressão negativa sobre as cotações vinha justamente da necessidade de venda do produto do PEP à indústria antes da data estipulada, para obtenção do benefício do valor do prêmio. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado