ALGODÃO: Pepro garante valor mínimo ao produtor

Cepea, 05 - O primeiro leilão de Prêmio Equalizador (Pepro) pago ao produtor rural, realizado na semana passada, negociou praticamente a totalidade da oferta (99,6%). O objetivo deste mecanismo é devolver ao cotonicultor a diferença entre o preço de mercado e o mínimo. O valor da pluma mantém-se abaixo do mínimo determinado pelo governo desde outubro de 2004. Agora, ao se adicionar o prêmio do Pepro (R$ 0,25/lp) às cotações da pluma, o cotonicultor passa a receber ao menos o valor mínimo oficial, de R$ 1,3486/lp. No mercado interno de pronta-entrega, as negociações continuam calmas. A oferta de algodão da nova temporada vem aumentando aos poucos, mas cotonicultores têm focado o cumprimento de contratos antecipados e o leilão de Pepro. Do lado comprador, a procura foi menor. Entre 27 de junho a 04 de julho, o Indicador CEPEA/ESALQ - 8 dias para pagamento - acumulou ligeira queda de 0,47%, fechando o período em R$ 1,3293/lp.
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado