ALGODÃO: Preços seguem firmes mesmo com pico de oferta

De acordo com a Conab, até o final de agosto, a colheita do algodão da safra 2006/2007 deve ultrapassar os 98%. Apesar do maior volume disponível, os preços da pluma seguem firmes. Entre 20 e 27 de agosto, o Indicador CEPEA/ESALQ - 8 dias para pagamento - acumulou alta de 0,88%, fechando a terça-feira em R$ 1,1806/lp. Produtores continuam retraídos, priorizando o cumprimento de contratos antecipados, principalmente de exportação. Comerciantes e indústrias têxteis, por sua vez, na urgência em novas aquisições, chegaram a ser flexíveis, aceitando preços de estáveis a superiores. Outro fator que explicaria o movimento altista do mercado interno é a desvalorização cambial ocorrida nas últimas semanas, que contribuiu para elevar as paridades de importação e exportação. Com o aumento da paridade de importação (os preços domésticos do algodão operam mais próximos desta paridade), compradores reduzem a demanda por importação, voltando-se ao mercado interno. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado