BOI: Ações de pecuaristas não evitam quedas

Os preços da arroba permanecem em queda, pressionados pelo clima seco e pelo alongamento das escalas de abate. Entre 24 e 31 de agosto, o Indicador do Boi Gordo Esalq/BM&F acumulou recuo de 2,25%, encerrando agosto abaixo de R$ 50,00/arroba - no dia 31, a média foi R$ 49,43 à vista. No mês, a desvalorização do Indicador à vista foi de 5,05%. Pecuaristas tentaram, ao máximo, resistir à forte pressão de baixa exercida pela ponta compradora, porém, as condições globais do mercado não permitiram a sustentação desse posicionamento, nem dos preços. A falta de chuva dificulta a manutenção do peso dos animais e aumenta os custos do produtor. O alongamento das escalas de abate, por sua vez, além de permitir que os frigoríficos se afastem do mercado por alguns dias, diminui a esperança de ajustes nos preços da carne, o que pressiona também as cotações da arroba.. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado