BOI: Altas são amenizadas em mercado calmo

Com a lentidão dos negócios no mercado de boi, o movimento de alta, que vem sendo observado desde o início do ano, foi menos acentuado nos últimos dias. Frigoríficos alegam dificuldade de repasse das altas em seu principal produto (a carne) e, por isso ficam resistentes em abrir preços maiores. O pecuarista de engorda, por sua vez, também afirma não compensar vender nos valores atuais devido aos preços da reposição. Nessa quarta-feira, o Indicador do boi gordo ESALQ/BM&F fechou a R$ 56,35, com aumento de apenas 0,57% no mês. A alta do Indicador foi amenizada pelo fato de frigoríficos de São Paulo terem comprado animais fora do estado na semana passada. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado