BOI: Chuvas mantêm preços firmes

Em virtude das dificuldades que os frigoríficos vêm enfrentando para a compra do rastreado, os mercados da fêmea e do boi comum estiveram mais aquecidos no correr desta semana. Nesse período, os aspectos climáticos novamente influenciaram no posicionamento vendedor, sobretudo fora do Estado de São Paulo. As chuvas menos intensas e a temperatura mais baixa, somadas à relativa diminuição das negociações do animal rastreado têm minimizado, em parte, o movimento de alta neste início de mês. A alta acumulada em junho (até o dia 09) nos preços do boi gordo, segundo o Indicador Esalq/Bm&F, é de 0,91%. Nessa quarta-feira, o Indicador à vista fechou a R$ 60,7/arroba. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado