BOI: Estimativas do USDA preocupam ainda mais setor

Segundo estimativas do USDA divulgadas neste mês, a produção de carne bovina no Brasil deve aumentar 2,5% neste ano, frente ao ano passado, passando de 8,6 milhões de toneladas em 2005, para cerca de 8,8 milhões de toneladas. Apesar da maior produção, a instituição projeta queda de 9,9% das exportações brasileiras de carne bovina para este ano, o que representaria aumento de 5,4% no volume ofertado no mercado interno, que passaria para 7,1 milhões de toneladas. Essas estimativas agravam as preocupações do setor, já realçadas nos últimos meses pela crise da aftosa e conseqüentes embargos à carne do Brasil. Nas últimas semanas, agentes têm trabalhado em meio aos impasses quanto à reabertura dos mercados externos, situação de câmbio baixo, "irregularidades" nos envios de carne para a Rússia, confirmação de novos focos de aftosa no PR e ainda com vistas ao feriado de carnaval, quando as vendas internas comumente pioram. Como resultado, os preços da carne e do boi recuaram nos últimos dias. No atacado da Grande SP, a carcaça casada de boi desvalorizou 4,7% da terça-feira passada para esta, fechando a R$ 3,03/kg, o menor valor de fevereiro e 12,7% inferior que o negociado há um ano, sem considerar a inflação do período. O Indicador do boi gordo Esalq/BM&F caiu 0,57% desde o dia 15, fechando em R$ 50,12 nessa quarta, 22. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado