BOI: Indicador atinge maior valor nominal da história

O Indicador do Boi ESALQ/BM&F fechou nessa quarta-feira a R$ 63,31 (à vista, valores a prazo convertidos para à vista pela taxa CDI, estado de SP), o maior valor nominal da história do Indicador iniciada em março de 1994. A média a prazo no estado de SP foi de R$ 64,26 nesta quarta-feira. Até então, o maior indicador nominal havia sido registrado em 16 de outubro de 2006, na marca de R$ 63,15. Quanto ao preço médio do estado de São Paulo para o mercado físico, ou seja, com os valores a prazo convertidos para à vista pela taxa NPR, a média dessa quarta-feira foi de R$ 62,14. Pesquisadores do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, informam que o principal motivo das altas tem sido a baixa oferta de animais para abate. Por sua vez, a baixa disponibilidade de animais pode refletir os aumentos dos custos de produção em percentual superior aos reajustes da arroba há vários anos. Conforme levantamentos do Cepea em parceria com a CNA, em 2004, os Custos Totais aumentaram 10,1% na média ponderada de 9 estados daquela pesquisa; no mesmo ano, a arroba do boi também ponderada nos 9 estados, não variou - a média de dez/04 foi praticamente a mesma de dez/03 (ambas nominais). Em 2005, os Custos Totais aumentam 6,41% e a arroba caiu 11,91%; em 2006, os Custos Totais sobem 4,76% e a arroba, 1,04% e, neste ano, até maio, os Custos Totais se elevaram em 5,65% e a arroba, subiu 2,42%. Os preços do bezerro também têm batido recordes de alta desde 23 de março deste ano, tanto em SP quanto no MS (base do Indicador do Bezerro ESALQ/BM&F). Nessa quarta-feira, em SP, a média foi de R$ 446,12 (valores a prazo convertidos pela NPR) e no MS, o Indicador foi de R$ 446,06 (valores a prazo convertidos pela CDI). Quanto aos preços da carne com osso no atacado da Grande SP, também de acordo com levantamentos do Cepea, o preço médio da carcaça casada dessa quarta-feira é R$ 3,91/kg, um dos maiores valores nominais dos levantamentos deste Centro - o maior até hoje, nominalmente, foi R$ 3,99/kg em 11 de outubro de 2005.(Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado