BOI: Maior oferta ainda pressiona cotações

Desde o dia 19 de abril, o Indicador do boi gordo Esalq/BM&F tem recuado dia-a-dia. No acumulado do período, a queda chega a quase 5%. A pressão vem principalmente da maior oferta, especialmente nos casos em que as escalas estiveram acima de sete dias. Muitos operadores ligados à indústria planejam as próximas aquisições pautados na possibilidade de aumento de oferta de animais em função do frio. Por esse motivo, a cautela compradora mostrou-se mais forte que os argumentos que poderiam alavancar os preços da arroba. Nessa quarta-feira, dia 17, o Indicador fechou a R$ 48,44/arroba, recuo de mais de 1,4% nos últimos sete dias e de 3% na parcial de maio. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado