BOI: Mercado interno segue pressionado

Com o fim do embargo Russo às carnes brasileiras a seis estados brasileiro (Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul), anunciado na última semana, as expectativas de recuperação dos preços do boi se intensificaram. A retomada das exportações para aquele país, juntamente com a ligeira alta do dólar já movimentaram as cotações do futuro. Já no mercado físico, a suspensão do embargo praticamente não teve reflexos até o momento, visto que o clima não colaborou a sustentação dos preços: as pastagens começaram a secar e, conseqüentemente, os animais ficaram propícios a emagrecer, levando a entregas. Nessa quarta-feira, 09, o Indicador ESALQ/BM&F fechou a R$ 57,61, queda de 1,3% no mês. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado