BOI: Preços têm ligeira reação

Nesse início da segunda quinzena de setembro, os preços do boi gordo iniciaram uma inversão da tendência de queda. A sustentação veio da diminuição da oferta e do encurtamento das escalas de abate nos últimos dias. Além das cotações do boi, também as da vaca foram influenciadas por esse cenário. Vale ressaltar que, de modo geral, a oferta de fêmea seguiu ainda mais restrita que a de boi. Em São Paulo, o Indicador do Boi Gordo Esalq/BM&F registrou aumento de 1,26% nos últimos setes dias. No acumulado de setembro a arroba do boi tem alta de 0,7%, fechando a R$ 49,77 à vista no dia 21. Os valores que têm sido praticados são menores que os de meados de setembro de 2002, em termos nominais. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado