BOI: Preços têm novas altas em mercado calmo

Os preços do boi subiram nos últimos dias, impulsionados pelas escalas de abate reduzidas e pelas ofertas restritas. O ritmo de negócios, por sua vez, mantém-se lento, já que frigoríficos têm resistido fortemente aos altos patamares de preços. Entre 12 e 19 de abril, o Indicador do boi gordo Esalq/BM&F registrou aumento de quase 1%, fechando a R$ 50,82/arroba nessa terça-feira. No acumulado do mês, a alta chega a 3,8%. Analisando o Indicador nos últimos anos, nota-se que abril deste ano tem movimento parecido ao de abril de 2004, mas contrário ao de abril de 2005, quando os níveis de preços (nominais) eram superiores aos de hoje. No mesmo período do ano passado, era observado comportamento de baixa, influenciado principalmente pela falta de chuva que motivava o aumento das entregas. Neste ano, ao contrário, as chuvas mais freqüentes têm permitido que pecuaristas posterguem os negócios. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado