BOI: Quedas mesmo com oferta pequena

Frigoríficos têm pressionado as cotações do boi desde a última quinta-feira, 17, quando o governo de SP anunciou a reabertura para o gado do MS. Por outro lado, a oferta real de animais para abate, sobretudo em SP, é considerada pequena. Por enquanto, o cenário vem sendo marcado por ritmo lento e indefinição. Alguns pecuaristas temem que o ciclo de baixa se estenda por muito mais tempo e, por isso, têm cedido às propostas feitas por frigoríficos, em valores inferiores aos praticados até então - as negociações envolvem basicamente pequenos lotes. Outros, porém, acreditam que o volume de animais prontos para abate seja mesmo pequeno e lembram que há um ano os frigoríficos conseguiam vender carne mesmo com a arroba do boi na casa dos R$ 63,00 a prazo, em SP. Entre 16 e 23 de novembro, o Indicador do Boi Gordo Esalq/BM&F teve baixa de 4,8%, fechando a R$ 55,03 nessa quarta-feira. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado