BOI: Quedas se acentuam

Se, no início deste ano, muitos frigoríficos e pecuaristas reclamavam da má situação do setor pecuário, hoje, o cenário é ainda mais desanimador. Nas regiões de Campo Grande, Três Lagoas e Dourados, por exemplo, o preço da arroba (média, a prazo) acumula queda média de quase 13% no ano. No primeiro semestre de 2004, pelo contrário, as duas primeiras praças apresentaram alta em torno de 3% e Dourados, de 1,5%. Nessa quarta-feira, 22, o Indicador do Boi Gordo Esalq/BM&F (SP) à vista fechou a R$ 53,65, acumulando queda de 11,4% no primeiro semestre; no mesmo período do ano passado, a desvalorização foi de apenas 0,8%. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado