BOI: Receita das exportações melhora, mas preço interno cai

Para surpresa dos pecuaristas, frígorificos brasileiros atingiram exportações recordes em maio - para o mês. Segundo a Secex, os exportadores obtiveram receita de 281,5 milhões de dólares, 16% a mais que em maio de 2005, ainda que o volume embarcado tenha sido 2% menor que naquele período, quando a maior parte do País era livre de embargos. O valor da tonelada em dólar também subiu, 19%. O aumento dos preços pode indicar que cortes nobres estariam sendo mais vendidos e/ou que vendedores brasileiros conseguiram reajustes para compensar a desvalorização cambial - em 12 meses o Real se valorizou 10,6%. Os preços internos do boi, ao contrário, seguiram em queda no mesmo período (maio). O Indicador ESALQ/BM&F, que representa a média do estado de SP, esteve em R$ 48,85 em maio, quase 10% abaixo da média do mesmo período do ano passado, em termos nominais. Nessa quarta-feira, o Indicador fechou a R$ 49,00/arroba à vista. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado