BOI: Ritmo de negociação continua lento

No mercado de boi gordo, tanto frigoríficos como pecuaristas têm se mantido cautelosos na efetivação de negócios. A diminuição da liquidez, portanto, decorre da insatisfação de vendedores com os níveis de preço e, do lado dos compradores, da baixa demanda por carne no atacado. De modo geral, diversas unidades processadoras têm aberto preços menores que os praticados em semanas anteriores. O vendedor, por sua vez, mesmo sem se mostrar satisfeito com as ofertas de preços, negocia alguns lotes em busca de receita. O Indicador Esalq/BM&F fechou a R$ 49,83 nessa quarta-feira, 11, desvalorização de 3% entre 4 e 11 de janeiro. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado