CAFÉ: Arábica cai e robusta segue firme no físico

A Bolsa de Mercadorias de Nova York fechou, nessa terça-feira, em queda de 30 pontos nos contratos para dezembro, pressionada especialmente por vendas de origens. No físico, os poucos lotes movimentados naquela tarde saíram, sobretudo, para os agentes que necessitavam adquirir o produto para os embarques de imediato. O recuo da taxa de câmbio - R$ 2,95/US$ - também inibiu uma maior comercialização na praça cafeeira. O Indicador CEPEA/ESALQ do robusta (conillon) fechou a R$ 135,77, nessa terça, alta de 0,94% em relação ao dia anterior. Já o arábica recuou 0,63%, com o grão encerrando a terça a R$ 203,37.(Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado