CAFÉ: Chances de geadas diminuem com mudanças no clima

O Indicador de café CEPEA/ESALQ do arábica, tipo 6, bebida dura para melhor, fechou a R$ 249,70/saca de 60 kg, baixa de 1,61% em relação ao dia anterior. No acumulado de março, a queda chega a 6,14%. Já para o robusta, as negociações estiveram mais firmes sobretudo para as indústrias de torrefação. O Indicador do tipo 6, peneira 13 acima, fechou a R$ 204,14/saca de 60 kg, alta de 0,46% em relação ao dia anterior e de 1,66% no mês. O mercado de café segue aguardando o início da safra, que deve se intensificar em maio. Neste período, também surgem especulações sobre possíveis geadas. As chances de prejuízos causados nas áreas produtoras, contudo, têm diminuído, após mudanças de temperaturas na última década. Neste ano, o clima deve ser mais seco que o normal em decorrência do fenômeno La Niña. Dessa forma, pode faltar água durante o desenvolvimento das floradas, em setembro, prejudicando a safra futura. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado