CAFÉ: CSCE sobe 105 pontos, porém preços seguem estáveis

Nessa terça, a Bolsa de Mercadorias de Nova York fechou com alta de 105 pontos nos contratos com vencimento em julho. Apesar da valorização futura, o mercado físico esteve parado. A ponta vendedora não mostrou interesse em comercializar o grão, uma vez que a maioria dos produtores permanece insatisfeita com as atuais cotações. Do outro lado, os compradores também não forçaram grandes compras e preferem aguardar maiores ofertas para realizar negócios. O Indicador CEPEA/ESALQ do arábica fechou a R$ 202,16 nessa terça, queda de 2,36% no mês. Já no mercado de robusta (conillon), as negociações mantiveram-se calmas e os preços encerraram a terça a R$ 123,07, alta de 1,23% no mês. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado