CAFÉ: Queda da CSCE não reflete em preços

Nessa terça-feira, a bolsa de mercadorias de Nova York fechou em queda de 40 pontos nos contratos que vencem em março, com vendas de fundos. Frente à desvalorização da CSCE, agentes brasileiros estiveram de lado, aguardando uma estabilização do mercado financeiro. O Indicador CEPEA/ESALQ do arábica fechou a R$ 256,87, nessa terça, alta de 0,51% em relação ao dia anterior. Já os contratos futuros de café robusta (conillon) na bolsa de Londres, Liffe, estiveram em alta. Tal valorização reflete o forte pregão da segunda-feira, além das indústrias terem realizando boas compras na tarde de ontem. O Indicador CEPEA/ESALQ do robusta subiu 0,27% em relação ao dia anterior, com o grão encerrando a terça a R$ 138,66. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado