CAFÉ: Valorização do dólar segura cotações internas

Nessa terça-feira, com notícias de recuo da economia chinesa, a bolsa de mercadorias de Nova York (Nybot) caiu: 60 pontos nos contratos que vencem em maio. Além disso, o pico das exportações em países da América Central também exerceram pressão sobre os futuros. Apesar da queda da Nybot, no Brasil, as cotações do café mantiveram-se estáveis em relação ao dia anterior. A forte valorização do dólar frente ao Real "segurou" os preços internos. A moeda norte-americana foi cotada a R$ 2,12/US$, alta de 1,73%, devido às notícias. Nessa terça-feira, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica (tipo 6, bebida dura pra melhor) fechou a R$ 266,21/saca de 60 kg, ligeira valorização 0,47% em relação ao dia anterior. Para o robusta, o Indicador permaneceu praticamente inalterado, a R$ 199,47/sc. Quanto aos negócios, o volume negociado continuou pequeno. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado