CÂMBIO: Cepea estima efeito do dólar sobre exportações agro

Estudo econométrico de pesquisadores do Cepea mostra que, para uma valorização de 10% da taxa de câmbio efetiva real, a redução das exportações do agronegócio, depois de doze meses, pode ser de 3,34%. É muito importante considerar que a taxa de câmbio é apenas uma das variáveis que afetam as exportações do agronegócio. Preços internacionais, demanda internacional, ganhos de produtividade, entre outros, são fatores que também atuam sobre a capacidade de exportação do setor - neste trabalho, especificamente, a análise foi concentrada apenas na variável taxa de câmbio. Embora, até o momento, a valorização do Real, não tenha provocado redução do superávit comercial brasileiro em geral e das exportações do agronegócio, em particular, pesquisadores do Centro destacam que um período longo de valorização cambial pode comprometer o volume exportado pelo agronegócio e, conseqüentemente, o balanço comercial brasileiro. Leia o artigo na íntegra.(Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado