CÂMBIO: Professor analisa turbulências cambiais e fragilidade do Real

"Infelizmente, parece que os ajustes cambiais observados no decorrer de maio não são do tipo desejável para o Brasil (...). Mudanças mais sólidas no câmbio na direção desejada pelo agronegócio terão de vir, por um lado, do crescimento econômico e da queda dos juros (...)." Essas conclusões fazem parte da análise do professor da USP/Esalq (coordenador científico do Cepea), Geraldo Sant'Ana de Camargo Barros. O foco são os resultados sobre a movimentação do câmbio nos últimos 2 meses e, particularmente, nas últimas 3 semanas. O professor parte da relevância do câmbio para a rentabilidade e segurança do agronegócio brasileiro e reafirma que boa parte do sufoco pelo qual o setor tem passado pode ser atribuído à valorização do Real nos últimos 2 anos. Acesse o trabalho na íntegra em: www.cepea.esalq.usp.br/macro/page.php?id_page=146
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado