CITROS: Aberta a temporada de processamento

A retomada do processamento de praticamente todas as indústrias do Estado de São Paulo, na última semana, marcou o início da temporada 2004/05 da citricultura nacional. Os valores praticados estiveram em torno de R$ 5,00/cx de 40,8 kg para a pêra, R$ 3,00/cx de 40,8 kg para a poncã e R$ 4,50/cx de 40,8 para as precoces. A expectativa é de que até meados de julho, a maioria das processadoras do Estado esteja recebendo as frutas em ritmo acelerado. Os produtores paulistas se mostraram descontentes com os valores praticados no portão, principalmente com os da laranja pêra. De acordo com agentes locais, esses preços não incentivam a entrega da fruta às indústrias e, diante da safra tardia, muitos preferem aguardar pelo avanço da maturação da fruta e possível elevação dos valores pagos por essas empresas para comercializar o produto através desse canal. Para as demais variedades os preços também não se encontram em patamares atrativos. Entretanto, devido ao seu estágio de maturação e da possibilidade de queda dos frutos, a entrega à indústria surge como uma opção para escoamento de parte da produção. Tipicamente, os valores praticados no portão aumentam a partir de setembro, em virtude da maior demanda interna durante o verão. Nas duas últimas safras, os preços praticados no portão em setembro eram 53% (2002/03) e 26% (2003/04) superiores aos registrados em junho. Já o ritmo de renovação de contratos para esta safra continua lento, à medida que as indústrias não têm demonstrado interesse em efetivar esses negócios. Muitos produtores que tiveram seus contratos vencidos na última safra ainda não renegociaram sua produção para este ano. Até o momento não há qualquer previsão para o aquecimento das renovações, mas essa atitude é muito aguardada pelo setor. No atual estágio da safra brasileira, o cenário da citricultura nacional para este ano já começa a se definir, e a partir de agora o ritmo de negociação industrial deve permanecer atrelado ao interesse e à estratégia de cada uma dessas empresas. Nesta semana, o IEA (Instituto de Economia Agrícola) divulgou uma nova previsão para a atual safra brasileira. Segundo o Instituto, 345,5 milhões de caixas de 40,8 kg devem ser colhidas em São Paulo, volume 23% superior às 280 milhões de caixas produzidas em 2003/04. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado