FRANGO: É a única carne que valoriza em maio

Entre as carnes, a de frango foi a única que acumulou alta em maio, apesar das quedas do final do período. O resfriado chegou a subir 5% no atacado da capital paulista. Para o congelado, a valorização foi de 4%. Já a carcaça casada bovina teve queda de 14,3%, e a carcaça comum suína recuou 10,85%, no atacado da Grande SP. No início do mês, os preços da carne de frango ainda mantinham-se em alta, sustentados pela demanda aquecida - atacadistas temiam que as medidas tomadas pelo setor para controlar a oferta continuassem elevando as cotações. Entretanto, a redução da oferta acabou sendo pontual. Frigoríficos voltaram a ter acúmulo de estoques e, a partir da segunda quinzena do mês, as cotações começaram a cair. Entre 24 e 31 de maio, no atacado de São Paulo, o congelado recuou 3%, com o quilo do produto passando para R$ 1,97. Para o resfriado, a desvalorização foi de 6,7% na mesma praça, com o quilo do produto a R$ 1,69 nessa quarta. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado