FRANGO: Exportação cai em janeiro, mas clima é de otimismo

Em janeiro de 2005, o Brasil exportou 182,6 toneladas de frango in natura, volume 19,7% menor em relação ao obtido em dezembro de 2004. Em receita, a diminuição foi de 19,4%, para um total de US$ 187,5 milhões - Secex. O pior desempenho é típico do período de início de ano e foi observado em todo o setor de carnes. A queda do volume embarcado também foi agravada pela desvalorização do dólar frente a outras moedas mundiais nas últimas semanas de janeiro, o que diminuiu a competitividade do produto nacional no exterior. O resultado negativo das vendas externas neste início do ano, contudo, é considerado pontual. Em relação a janeiro do ano passado, o Brasil bateu recorde de exportação para o mês. A receita foi 20,8% maior e o volume, 16,3% superior. No geral, o clima para este ano é de grande otimismo. Com a confirmação de novos casos de gripe aviária no Vietnã e o mal da vaca-louca alastrando-se pela Europa, Estados Unidos, Canadá e até mesmo Japão, cria-se a expectativa de novos mercados para as carnes brasileiras, principalmente para a de frango. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado