FRANGO: Preço segue em alta, mas clima é de apreensão

Cepea, 18 - Os preços do frango seguem em alta, devido ao aquecimento do consumo interno, puxado pelos preços mais baixos e atrativos ao consumidor nos últimos meses. Outro fator que acaba favorecendo o setor é a suspeita de que o vírus da gripe aviária tenha chegado Estados Unidos, principal concorrente do Brasil no mercado mundial de carne de frango. No atacado da Grande São Paulo, o resfriado teve aumento de 25,2% na parcial de agosto, cotado a R$ 1,92/kg nessa sexta-feira, 18. O congelado subiu 13% no mesmo período, passando para R$ 1,85/kg. Para o animal vivo, a valorização atinge 40% no acumulado do mês no estado de São Paulo, para R$ 1,20/kg na sexta. Apesar da melhora, o clima no setor é de apreensão com a notícia de que a União Européia pretende impor mais barreiras tarifárias à carne de frango do Brasil, segundo a Associação Brasileira dos Exportadores de Frango (Abef).
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado