FRANGO: Preços mais baixos não estimulam consumidor

Nem mesmo as desvalorizações contínuas do frango têm estimulado a venda do produto na ponta final. De janeiro a março, o congelado caiu 9,4% e o resfriado, quase 10% , na região da Grande São Paulo. Desde o início do ano, o consumo de carne de frango mantém-se desaquecido, configurando-se como o principal elemento baixista do mercado. Entre os fatores que tendem normalmente a reduzir a procura por carnes em geral no início do ano estão as férias e feriados prolongados, o forte calor e os maiores gastos da população (viagens, impostos e matrículas escolares). (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado