FRANGO: Resfriado desvaloriza 3,5% no mês

No correr da semana passada e desta, mesmo com um leve aquecimento das vendas, as cotações do congelado e do resfriado não reagiram. Apesar disso, a carne de frango registrou as menores quedas, quando comparada às carnes bovina e suína. No acumulado deste mês até essa quinta, o frango resfriado desvalorizou 3,5% e o congelado, 1,23%, no atacado da Grande SP. Já a carcaça suína recuou 4,8% e a carcaça casada bovina, 4%. Destaca-se ainda a concorrência destas carnes com produtos nobres, como peru, chester, tender, pernil e lombo. Os preços da carne de frango seguem em queda desde meados de outubro, na contramão da tendência histórica do setor. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado