FRANGO: Resfriado valoriza mais de 30% em abril

Ao contrário das outras carnes, a de frango manteve os aumentos de preços neste final de abril. Entre 20 e 27 de abril, o frango resfriado teve alta de 3,7% e o congelado, de 6,5% no atacado de São Paulo. A carcaça especial suína, por sua vez, recuou 3%, e o traseiro bovino, 1,5%. No acumulado do mês, a carne de frango foi a que mais valorizou. De 3 a 27 de abril, o resfriado reagiu 32% e o congelado, 29%, no atacado paulista. No mesmo período, o traseiro bovino subiu 4,8% e a carcaça suína, 20%, na mesma praça. As altas do frango foram resultado do maior controle da produção, além do aquecimento do consumo, ligado a dois fatores: os preços mais baixos no início do mês (inclusive no varejo) e o período de Quaresma. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado