FRANGO: Setor aposta em exportação neste ano

Com o aumento da disseminação de gripe aviária em países europeus e asiáticos, as expectativas do setor de frango para este ano concentram-se nas exportações. Como o Brasil não registra casos da doença, essa situação indica que o País pode continuar abrindo novos mercados à sua carne. Em relação ao mercado interno, a oferta elevada e o consumo lento têm mantido os preços do frango em queda. De 2 a 12 de janeiro, o frango resfriado recuou 4,5% e o congelado, 7%, no atacado de São Paulo. Em janeiro, o consumidor normalmente diminui as compras (gastos extras em impostos, viagens, material escolar etc). A tendência é que as vendas comecem a melhorar em março, depois do carnaval. Até lá, os preços devem continuar pressionados, como parte da tentativa de melhorar a saída do produto. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado