LEITE: Preços têm maiores altas do Plano Real

Em junho, os preços do leite pagos aos produtores tiveram as maiores variações de todo o Plano Real. Os reajustes foram motivados pelo aquecimento do consumo de produtos lácteos num momento de diminuição da oferta, devido às condições climáticas do período. Essas altas pesam para o consumidor, mas apenas aliviam a situação dos produtores, que arcam com aumentos muito maiores que seus custos de produção. Se comparados os preços do leite pagos aos produtores à inflação (IGP-DI), o pecuarista também continua perdendo. Neste mês, um outro ponto que chama a atenção é a grande diferença entre os preços pagos: alguns produtores de SP recebem até R$ 0,65 pelo litro enquanto no RS e em MG, outros chegam se limitam a R$ 0,38/litro. Série de preços nominais e deflacionados
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado