MACRO: Exportações de carnes crescem mais que as do agronegócio total

Em 2005, o agronegócio brasileiro exportou US$ 43,6 bilhões de dólares, que levou a um saldo comercial de US$ 38,4 bilhões, segundo dados da Secex. Esse resultado é bastante representativo, pois, de janeiro a dezembro de 2005, as exportações do agronegócio cresceram 11,64% (valor exportado) em relação ao ano anterior, mesmo com uma valorização da taxa de câmbio efetiva real (de toda a economia) de 17,2%. As exportações de carnes tiveram crescimento maior que o do conjunto do setor agronegócio. De janeiro a dezembro de 2005, os embarques de carnes aumentaram 29,37% frente ao mesmo período no ano anterior. As categorias que apresentaram os maiores aumentos de exportação, dentre as mais representativas do setor, foram: carne suína (50,9%), frango in natura (33,29%) e carne bovina in natura (23,23%). O complexo soja, contudo, continuou em primeiro lugar no ranking de participação nas exportações do agronegócio, respondendo por 21,74% dos embarques. Na seqüência: carnes (16,46%), açúcar e álcool (10,74%), madeira e suas obras (8,7%), papel e celulose (7,8%) e couros, peles e calçados (7,04%). Esses produtos foram, também, os principais exportados em 2004. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado