MANDIOCA: Mercado de fécula não reage

Em termos gerais, continua a dificuldade de escoamento da fécula. Algumas fecularias, além de reduzirem a moagem, apontam a intenção de parar as atividades nesta semana, caso as vendas de seus derivados não melhorem. A estabilidade ou mesmo redução do consumo de fécula é justificada, em parte, pelas condições macroeconômicas do país, que têm desfavorecido as atividades daqueles que utilizam o derivado de mandioca como insumo. Além disso, compradores estariam também adquirindo apenas pequenos volumes à espera de novas quedas. Em resumo, o mercado está definido por oferta relativamente grande e demanda limitada. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado