MILHO: Cotações começam a reagir

Contrariando a expectativa compradora, a tendência de queda, observada desde o final de abril, não se manteve na última semana. O comportamento dos preços variou entre as diversas regiões do país, porém, a média geral registrou leve alta. Os principais fatores que permitiram essa valorização foram a desvalorização de 4,43% do real e o aumento nos preços do grão em Paranaguá. Em geral, há algumas semanas, os preços internos continuam acima da paridade de exportação e abaixo da paridade de importação. Neste momento, o mercado brasileiro continua se equilibrando nos preços internos. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado