MILHO: Estoque deve ser o menor em 20 anos

As importações brasileiras de milho de janeiro a maio deste ano totalizaram 186 mil toneladas, contra 138 mil toneladas registradas no mesmo período de 2004, aumento de 34,8%, mas um volume ainda considerado pequeno - Secex. Para esta safra 2004/05, a Conab estima que o Brasil deve importar 1,6 milhão de toneladas. A exportação, por sua vez, não deve alcançar o volume projetado pela Conab, de 1,1 milhão de toneladas em 2005, a julgar pela quantidade exportada até o momento e o cenário de baixos preços de exportação. De fevereiro a junho deste ano, o Brasil embarcou 799,36 mil toneladas e, no mês de junho, foram exportadas pouco mais de 3,2 mil toneladas - Secex. Nesse cenário, o setor brasileiro de milho pode abrir a próxima safra 2005/06 com o menor estoque dos últimos vinte anos. O estoque inicial desta temporada é estimado em 4,85 milhões de toneladas, volume que, somado às atuais estimativas de produção e importação, resulta em um suprimento de 41,22 milhões de toneladas, contra um consumo interno de 39,5 milhões. Considerando a estimativa de exportação de 1,1 milhão de toneladas, o estoque final seria de 622,7 mil toneladas, o menor desde a safra 1984/85. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado