MILHO: Paraná intensifica plantio

As chuvas ocorridas no Paraná, maior Estado produtor de milho, proporcionaram a retomada do plantio na última semana. Mesmo assim, o semeio ainda está atrasado. Devido à estiagem, há a possibilidade de substituição da área de milho por soja em algumas regiões do norte e do oeste daquele Estado, o que pode diminuir ainda mais a estimativa de produção para a próxima safra. Os preços do milho, por sua vez, voltaram a cair no Brasil no período, em decorrência das baixas cotações no mercado externo, da valorização do Real frente ao dólar e dos estoques de milho existentes no País. Os valores relativamente baixos no mercado externo dificultam as exportações brasileiras e refletem nas cotações do milho posto no Porto de Paranaguá. Nessa segunda (18), o preço em Paranaguá caiu 1,6% em relação à segunda-feira (11), com média de R$ 16,13. A valorização do Real frente ao dólar reduz ainda mais o preço de paridade de exportação. Com a inviabilidade de exportação, acentua-se o excedente de milho no mercado interno, pressionado as cotações em pleno mês de outubro - quando os preços tenderiam a se elevar. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado