MILHO: Queda é de 11% desde março

De março, pico da safra de verão, até a primeira semana de outubro, o preço do milho acumula queda de 11% - mercado de lote, média das praças consultadas pelo Cepea. Isso significa que aqueles que, em março e abril, optaram por estocar para vender no segundo semestre não tomaram a melhor decisão. Com relação ao ritmo de comercialização, o movimento só aumentou em maio, confirmando que uma boa parte dos produtores estocou no pico de colheita. Entre 3 e 10 de outubro, os preços médios registraram queda de 1,9% no mercado de lotes e de 2% no de balcão. O setor segue atento ao clima. A chuva dos últimos dias está prejudicando o ritmo de plantio na região Sul do País. Por outro lado, ajuda a melhorar a reserva hídrica do solo, que estava baixa. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado