MILHO: Seca no Sul já compromete safra de verão

A estiagem prolongada vem prejudicando as plantações de milho do Rio Grande do Sul, do oeste de Santa Catarina e do Paraná. O último relatório da Secretaria da Agricultura do Estado do Paraná (Seab/Deral) aponta que 10% das lavouras encontram-se em fase de floração e 42%, de enchimento do grão, etapas que exigem maior volume de água. Assim, a persistência da seca deve reduzir a produção do Estado, inicialmente prevista entre 6,8 e 7,5 milhões de toneladas (safra de verão). Os efeitos da estiagem no Sul ainda não refletiram nas cotações internas, mas agentes estão atentos ao clima nas principais regiões produtoras e também ao ritmo de plantio da safrinha, que já iniciou. O maior Estado produtor da safra de inverno, o Paraná, deve plantar neste ano cerca de 1,07 milhão de hectares, 3,3% a menos que na safra anterior. Segundo a Seab/Deral, 11,5% da área de milho safrinha está semeada, das quais 79% estão em desenvolvimento e 21% em germinação. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado