SOJA: Real completa 13 anos e setor passa por três fases

No último domingo, 1º de julho, o Plano Real - que eliminou o processo inflacionário no Brasil - completou 13 anos. Um dos seus principais efeitos se deu sobre a taxa de câmbio e, por conseqüência, sobre todo o agronegócio exportador brasileiro - a soja é um bom exemplo deste efeito. Em todo esse período, o setor da soja passou por três fases. Na primeira, de jul/94 a jan/99, a taxa de câmbio média mensal oscilou entre R$ 0,84 e R$ 1,205/US$ e foi de grande dificuldade para todo setor agropecuário brasileiro. O segundo período, de 1999 a 2004, foi de crescimento, com taxa média mensal de câmbio entre um mínimo de R$ 1,502 em jan/99 e R$ 3,806/US$ em out/02. A taxa cambial disparou de meados de 2002 até outubro daquele ano, ficando acima de R$ 2,70/US$ até final de 2004 e os preços em reais da soja no Brasil chegaram a superar R$ 55,00/saca (com base no Indicador - mercado paranaense) em mar/04. O terceiro e atual período é caracterizado por preços domésticos em dólar acima da média no mercado externo, sustentados em grande parte pela valorização do Real. Apesar da soja estar cotada nesses últimos meses acima de 8 dólares por bushel, o preço não ultrapassou R$ 34,00/sc no mercado brasileiro (Indicador CEPEA/ESALQ).(Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado