SUÍNOS: Alta chega a 4% no acumulado do mês

A menor oferta em relação às demandas interna e externa vem sustentando as cotações do suíno vivo desde junho. Neste início de setembro, a diminuição dos dias de abate com o feriado nacional em 7 de setembro e o estadual (RS), no dia 20, reforçou a redução da oferta. A alta acumulada no mês, até o dia 21, é de 4% no sul de Goiás, estado que vem aumentando a participação no mercado suinícola. Na última semana, mesmo com um leve desaquecimento do consumo com a proximidade do final de mês, os preços tiveram novas reações. Segundo agentes, o suporte ainda vem da falta de animais com peso ideal para abate. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado